Foto: Reprodução


“Isca” (golpe) surge nas redes sociais e é destinada àquelas pessoas que estão negativadas ou precisam de dinheiro.


O golpe do falso empréstimo voltou a fazer vítimas na região Oeste catarinense. Conforme o Chefe do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Concórdia (SC), Levi Santos, o número de golpes tem aumentado consideravelmente na cidade nas últimas semanas. Recentemente, uma moradora de Irani caiu no golpe de venda de produtos,que também acaba fazendo muitas vítimas.

A “isca” surge nas redes sociais, como Instagram ou Facebook e é destinada àquelas pessoas que estão negativadas e precisam dinheiro. Levi explica que os golpistas usam até nomes de empresas sérias e consolidadas pra aplicar o golpe. As pessoas enviam os documentos pela internet e os golpistas enviam até mesmo um falso contrato aos solicitantes.

Com os documentos em mãos, os golpistas começam a pedir valores de taxas de avalista, abertura de crédito, entre outras. Muitas pessoas, desesperadas para conseguir o crédito, acabam depositando esses valores e caem no golpe.

Assim como alerta Levi, os bancos, cooperativas ou financeiras são proibidos de solicitar dinheiro antecipado pra liberação de crédito, nem a título de taxa.  “Alerte seus vizinhos, amigos, familiares. A cada dia surge uma nova modalidade de golpe, principalmente na internet”, finalizou.



Por: Rádio Rural