Foto: TJ-RS/Divulgação


Medida não se aplica a processos eletrônicos que tramitem pelo e-proc.


A presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro, determinou nesta sexta-feira a suspensão dos prazos processuais dos processos administrativos e judiciais que dependam dos sistemas Themis 1G e 2G e Themis Admin, de 15 a 18 de julho, nas áreas administrativa e judiciária da Corte.

A suspensão não se aplica aos processos eletrônicos que tramitem pelo e-proc. A medida decorre da permanência da instabilidade técnica, relatada durante a semana, junto ao banco de dados Oracle, o que afetando o trabalho junto aos sistemas citados no ato normativo da desembargadora.

Ela também estabelece que, havendo inviabilidade operacional para o recolhimento, no prazo, de custas ou depósito judicial nos processos em tramitação pelo sistema e-proc, o pagamento deve ser efetuado em até 48h após a disponibilidade da funcionalidade.




Rádio Guaiba
por Rádio Guaiba
16/07/2021 21:47