Duas das três vítimas fatais foram arremessadas para fora do carro e 17 pessoas em uma van ficaram feridas.

O acidente entre carro e van que aconteceu na noite deste domingo (27) na BR-470, em Blumenau, e deixou três vítimas fatais e 18 feridos, acende — novamente — o alerta para a importância do uso do cinto de segurança nos veículos. Na batida, duas das três vítimas fatais foram arremessadas para fora do carro, o que indica o não uso do equipamento, segundo a especialista de trânsito Márcia Pontes. A reportagem é do NSC Total.

Além disso, a van, uma Fiat Ducato com placas de Balneário Camboriú, teve 17 feridos, incluindo o motorista com lesões graves. De acordo com o site da marca, o veículo acomoda 16 pessoas, o que pode indicar, ainda, uma superlotação. À reportagem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou o número de passageiros que estavam na van.

O acidente aconteceu por volta das 22h50 deste domingo (28)(Foto: PRF / Divulgação)

Márcia Pontes chama a atenção para a possível falta do uso do cinto de segurança justamente pela quantidade de pessoas que ficaram feridas nesse acidente — o que motivou, inclusive, o apoio de bombeiros e socorristas de outras cidades do entorno.

— "Corpos ejetados de dentro de um veículo indicam de que as pessoas estavam sem cinto. Ainda existe esse relaxamento" — aponta.

A especialista ainda alerta para a questão do uso do equipamento no banco de trás, algo nem sempre respeitado pelos passageiros:

— Se o veículo saiu de fábrica com o cinto de segurança, tem que usar. As pessoas não utilizam o cinto no banco traseiro porque pensam que nunca vai acontecer com elas. E, olha só: acabamos de sair de uma Semana Nacional do Trânsito cujo tema foi justamente "perceba o risco e proteja a vida".

Casal e primo foram sepultados na manhã desta terça-feira no Cemintério Municipal de Indaial

Os três jovens de Indaial que morreram em um grave acidente de trânsito na noite desse domingo (27) na BR-470, em Blumenau, foram enterrados no mesmo horário, na manhã desta terça-feira (29) no Cemitério Municipal de Indaial. Eles foram velados juntos, no dia anterior (28), na cidade onde moravam, no Vale do Itajaí.

Vítimas do acidente na BR-47 foram velados juntos(Foto: Reprodução, Facebook)

As vítimas foram identificadas como Alessandra Loch, de 21 anos, o noivo, Gabriel Alves, de 24 e o primo Roger Loch, 21 anos. 

No mesmo carro estava mais uma pessoa. Suelen dos Santos, que não teve a idade divulgada, ficou presa às ferragens e foi resgatada pelos Bombeiros. Ela foi encaminhada em estado grave para o Hospital Santo Antônio. O estado de saúde da única sobrevivente não foi revelado. Os outros três morreram na hora.

Além deles, ao menos outras 16 pessoas ficaram feridas no acidente que mobilizou 14 viaturas de segurança e socorro. A BR-470 chegou a ficar totalmente interditada por duas horas até o resgate.


NSCTotal

por NSCTotal
29/09/2020 10:34