O 2002 PZ39 é monitorado pela Nasa desde 1995 e faz parte do grupo de rochas espaciais classificadas como potencialmente perigosas

O 2002 PZ39, um dos maiores asteroides já analisado pela Nasa, passará "perto" da órbita terrestre no próximo sábado (15), às 8h (horário de Brasília). A queda de um objeto espacial nesse porte poderia causar um grande estrago, mas, a chance de colisão é nula.

O asteroide de 990 metros de diâmetro, aproximadamente um quarto do tamanho da Lua, cruza o espaço com a velocidade de 57.240 km/h.

Apesar da notícia parecer assustadora pelo medo de uma colisão, o asteroide passará a 5,7 milhões de quilômetros da terra, o equivalente a 15 vezes a distância da Terra até a Lua.

A rocha faz parte do grupo Apollo, que é formado pelos asteroides potencialmente perigosos por cruzarem a órbita do planeta ao redor do Sol.

O asteroide é monitorado pelo CNEOS (Center for Near Earth Object Studies), centro ligado a Nasa, desde 23 de outubro de 1995.




Nasa/R7
por Nasa/R7
12/02/2020 17:29